Desde março de 2020, quando o novo coronavírus chegou ao Brasil, o varejo em geral sofreu um grande baque nas vendas. E se o varejista não vende, a indústria também não escoa seus estoques e, por vezes, até deixa de produzir em alguns casos. Mas o setor de supermercados, incluso na categoria de serviços essenciais, […]

Desde março de 2020, quando o novo coronavírus chegou ao Brasil, o varejo em geral sofreu um grande baque nas vendas. E se o varejista não vende, a indústria também não escoa seus estoques e, por vezes, até deixa de produzir em alguns casos. Mas o setor de supermercados, incluso na categoria de serviços essenciais, registrou crescimento real (deflacionado pelo IPCA) de 9,36% em 2020 na comparação com 2019. Para o ano de 2021 a Associação Brasileira de Supermercados (Abras) projeta crescimento de 4,5%. Nesse cenário de otimismo, os supermercadistas devem preparar-se bem para fazer boas vendas em datas comemorativas na pandemia.

 

Como afirma a Abras, Marcio Milan, com as medidas de isolamento social os brasileiros mudaram seus hábitos, contribuindo com o aumento do consumo dentro do lar. E essa mudança de comportamento deve ser compreendida pela indústria e o varejo em todos os detalhes para atender as demandas e as necessidades impostas com a pandemia. E as boas vendas em datas comemorativas podem ser obtidas com planejamento de ações com apoio de dados gerados a partir produtos mais presentes nas cestas dos consumidores, tíquete médio nas compras e marcas mais adquiridas, por exemplo.

 

Na Páscoa, primeira grande data comemorativa do varejo no ano, as projeções da Abras apontam para um crescimento de cerca de 15% nas vendas, principalmente em alimentos como chocolate, azeite, vinhos e bacalhau. Agora em maio os varejistas têm o Dia das Mães, em junho ocorre o Dia dos Namorados, em agosto temos o Dia dos Pais, em outubro o Dia das Crianças e em dezembro, o Natal. Antes desse último, há também a Black Friday, em novembro.

 

Vendas em datas comemorativas exigem conhecimento do shopper

 

Com o freio no comércio gerado pelo coronavírus, o supermercadista deve preparar-se bem para impulsionar as vendas nas datas comemorativas. Tornou-se, dessa forma, imperativo para ele obter um bom desempenho nessas oportunidades para gerar uma boa receita ao estabelecimento, comprometida em parte com as vendas fracas no dia a dia.

 

Por isso, conhecer os hábitos de consumo do seu shopper (aquele que faz a compra) é fundamental em qualquer empresário que busque estratégias para ampliar as suas vendas em datas comemorativas. Hoje, o varejista que planeja suas campanhas e promoções com base em intuições ou perspectivas de mercado, elencadas por profissionais e consultores sem embasamento técnico, está fadado ao fracasso.

 

A boa notícia é que esse processo para conhecer de perto os anseios e as necessidades do shopper torna-se muito fácil com o uso da tecnologia. Hoje, o mercado oferece uma série de ferramentas que fornecem às cadeias, da indústria e do varejo, informações preciosas sobre o comportamento dos compradores nas lojas, como preferências, hábitos e atitudes deles.

 

Inovação e criatividade ajudam nas campanhas de vendas

 

Consultores do setor costumam dizer que a inovação e criatividade, aliadas a um bom planejamento e cronograma de ações em datas especiais, são essenciais para qualquer supermercadista que queira ampliar suas vendas e bater a concorrência. Uma boa campanha de ofertas, assertiva e bem elaborada com dados dos shoppers, por exemplo, é sucesso na certa para as vendas em datas comemorativas.

 

A competitividade entre os supermercados é grande e, diante desse cenário, torna-se mandatório extrair insights cada vez mais assertivos para alavancar os seus negócios. Assim, uma pesquisa é fundamental para elevar seu desempenho e, consequentemente, aumentar a satisfação dos clientes.

 

A pandemia faz com que o varejista esteja cada vez mais atento às movimentações de seus clientes. Perdê-los para a concorrência pode significar investimentos maiores no pós-pandemia para recuperar e, posteriormente, fidelizá-los à sua bandeira. Então, não perca tempo, aproveite as oportunidades presentes no calendário para deixar sua empresa no topo do ranking.